Técnica Mindfulness: você sabe o que é?

A prática da técnica Mindfulness pode ser uma aliada para alunos e professores no controle da mente.

Muitas crianças e jovens enfrentam problemas na rotina de estudos. Essas dificuldades já eram enfrentadas antes, e agora, durante a pandemia, passam a ser mais evidentes.

Existem práticas que podem ajudar a melhorar a concentração, uma delas é a técnica Mindfulness, que significa “atenção plena” e consiste exatamente nisso: se concentrar no momento presente, sem permitir que lembranças e acontecimentos ao redor lhe alcancem. Contudo, não é que esta prática irá influenciar as ações à volta, o que ela influencia é a resposta do indivíduo aos estímulos dessas ações.

Por quantas vezes você não se pegou estudando, lendo um livro ou até assistindo a um filme e, de repente, seus pensamentos estavam longe, geralmente em um assunto que não tinha nada a ver com a ação que você estava praticando? Ou simplesmente estava pensando “na morte da bezerra”, como popularmente é dito quando não se está pensando em nada?

A técnica mindfulness pode ser utilizada por alunos para auxiliar no foco
A técnica mindfulness pode ser um auxílio aos alunos nesse momento de pandemia, já que é normal ter dificuldade de concentração.

Se tornou comum e até compreensível perder o foco, principalmente no contexto de pandemia e isolamento social, no qual passamos a realizar em casa tarefas como estudo e trabalho, afinal, são muitas as distrações. Mas, todos sabem que uma boa concentração ajuda a realizar tarefas cotidianas com maior aproveitamento.

Como aplicar a técnica Mindfulness em alguns minutos do seu dia:

O Colégio Physics trouxe um passo a passo para você aplicar esta técnica na sua rotina:

  1. Sente-se em uma cadeira confortável, se possível, sem apoiar no encosto, para que a coluna se sustente sozinha em uma postura ereta. Mantenha os pés apoiados no chão.
  2. Concentre a atenção na sua respiração: sinta o ar entrando e saindo, inspire como se estivesse cheirando uma flor e expire como se estivesse soprando uma vela. Não altere o ritmo, observe sua respiração.
  3. Após alguns instantes, talvez você perceba que lembranças e preocupações começam a surgir em sua mente, entretanto não se julgue se esses pensamentos vierem, tente deixá-los do lado de fora e foque a atenção na respiração.
  4. Ande: sinta seus pés no chão e depois sinta suas pernas se moverem, continue inspirando e expirando, se concentre no ato de andar e nas sensações ao seu entorno, como o vento, o sol, a chuva, ou o cachorro latindo na rua…
  5. Repita coisas positivas sobre você: uma ótima maneira é escolher uma mensagem positiva e curta e repeti-la como um mantra. Isso ajuda, sobretudo, a afastar outros pensamentos.
  6. Sinta o seu corpo: você não precisa parar de fazer o que está fazendo para praticar mindfulness. O que precisa fazer é concentrar toda a sua atenção no que está fazendo, sem pensar no motivo ou no que precisa fazer em seguida. Lembre-se de não se cobrar ou julgar.
  7. Após alguns minutos, abra os olhos, devagar, e observe o lugar em que você se encontra novamente.
  8. Busque praticar esta técnica diariamente ou sempre que se sentir estressado, sobrecarregado, ansioso ou deprimido. Esses momentos são perfeitos para praticar a “atenção plena”. Deixe os pensamentos irem por um momento e pratique sua técnica de mindfulness favorita (respiração, caminhada ou foco em sensações corporais).